Dewey: Um Gato Entre Livros - Vicki Myron e Bret Witter

Como sou apaixonada por gatos, logo que vi este livro já tive vontade de ler. Principalmente por que se vê muitos livros e filmes sobre cachorros, mas nunca havia visto um que contasse a história real de um gato. Como também sou apaixonada por livros, a idéia de um gato em uma biblioteca me atraiu. Parecia a combinação perfeita.
Já ouvi muitas pessoas falarem que os gatos não são companheiros. Bem, enquanto digito esta postagem, meu gato está deitado em meu colo. Confesso que não é a coisa mais confortável do mundo digitar um texto com um gato quase encima do teclado do computador, mas não tenho coragem de expulsá-lo. Este livro só ajudou a aumentar minha convicção de que os gatos são sim muito companheiros, e que ao contrário do que se diz, são muito dependentes de nós.


Não é uma história de um gato que salvou uma criança de um incêndio, ou que atravessou o país a procura de sua família após cair da mudança. Não! Dewey não fez nada disso. Ele era apenas um gato que foi abandonado na caixa de devolução de livros da biblioteca e que foi adotado, não só pelos funcionário da biblioteca, mas por toda a cidade. 
"Perfeito acréscimo ronronante à Biblioteca de Spencer" foi a manchete do principal jornal da cidade anunciando sua chegada.
O livro também fala muito da história da cidade, Spencer, o que pra falar a verdade não me interessava muito e até se tornava meio cansativo as vezes. Eu queria mesmo era saber de Dewey. 
O que mais me comoveu foi o amor incondicional que ele tinha pelas pessoas, todas as pessoas. Ele parecia sempre saber quem mais precisava de um consolo. "Era como se ele quisesse agradecer pessoalmente a todos que conhecia por salva-lhe a vida" diz a autora.
Dewey renovou o ânimo da população durante a maior crise econômica da história da cidade, uniu  famílias e fez com que a biblioteca de Spencer fosse mais do que um depósito de livros, fosse um lar. Um lugar de apoio a comunidade. Assim, Dewey acabou tornando-se o orgulho de Spencer, e por fim, conquistou o mundo.
Provavelmente, quem não gosta de gatos, também não vai gostar desse livro. Mas, eu gostei, me emocionei e achei que a leitura valeu a pena.

Saiba mais sobre Dewey no site da biblioteca de Spencer: http://www.spencerlibrary.com/dewey.shtml%20

Este é o meu "Dewey", meu companheiro de leitura.


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

2 comentários:

Adriana T disse...

Coisinha mais fofa...

Pâm Gonçalves disse...

aaaaaaaaaaaaain eu acho gatos tão fofos!
A história em si não me convida a ler, mas sua resenha me deixou com uma pontinha de curiosidade *-*

Beijos
www.garotait.com.br

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...