Música Tema de Piratas do Caribe em Piano. Lindo!

A música do filme Piratas do Caribe já é maravilhosa, e com piano então...
Esse vídeo está de arrepiar!



  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Aquisições Literárias #2

As minhas "Aquisições Literárias" de hoje está bem recheada.
Vejam os livros que chegaram: A Princesinha (de Frances Hodgson Burnett), Ovelha Negra (Georgette Heyer), O Mundo de Vidro (Maurício Gomyde), O Conde de Monte Cristo Vol. 1 & 2 (Alexandre Dumas) e Grandes Esperanças (Charles Dickens).
Ai, Ai... Me dá uma alegria tão grande ver minha estante crescendo!
Descidi começar pela Princesinha que já me encantou nas primeiras linhas.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Selinhos

Olá pessoal! 
O Por Falar em Arte ganhou seus primeiros selinhos, e eles vieram da Thalinne do Blog Um Olhar Sobre o Mundo.
Obrigada Thaline!



  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Filme "O Discurso do Rei"

Ontem fui ao cinema e assisti o filme "O Discurso do Rei", e como já havia previsto, amei! Pra começar, o filme tem um elenco da pesada: Colin Firth, Helena Bonham Carter, Geoffrey Rush. Três excelentes atores, que eu já admirava antes e agora muito mais. A história é muito comovente, especialmente por ser uma história verídica.  É um grande exemplo de superação e coragem.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Filme Benny & Joon - Corações em conflito

Sinopse: Benny e Joon são irmãos. Benny (Aidan Quinn) é um mecânico e, como irmão mais velho, toma conta de Joon (Mary Stuart Masterson), que tem deficiência mental. Quando Joon perde uma aposta, ele tem que fazer um favor a um amigo e trazer o excêntrico Sam (Johnny Depp), um rapaz que vive imitando Charlie Chaplin e Buster Keaton, para a sua casa. Sam e Joon se apaixonam e, pela primeira vez, Benny se vê com ciúme da irmã, com medo de perdê-la, mas tendo que aceitar que ela pode (e quer) ter a sua própria vida.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Jane Eyre - Charlotte Brontë | Resenha

Escrever uma resenha sobre um clássico como esse é uma grande responsabilidade, nem sei bem por onde começar. Acho que vou começar dizendo que estou cada vez mais convencida de que a literatura inglesa é a melhor que existe.
Jane Eyre é uma auto-biografia fictícia da personagem com o mesmo nome. O livro começa com Jane ainda criança, morando com sua tia. Ela ficou órfã muito cedo, e após a morte do tio, passou a sofrer nas mãos de sua tia e primos. Por fim, é enviada a um colégio interno onde têm seus primeiros momentos de felicidade. Permanece lá por oito anos. Seis como aluna e dois como professora. Nesse período, Jane vai amadurecendo e aprende a superar a mágoa que guardava em seu coração. Torna-se uma mulher corajosa, inteligente e determinada.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS